Assista nosso Programa

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Pessoas idosas são mais vulneráveis ao vírus da dengue


A causa pode estar em doenças pré-existentes, 
que tornam a dengue mais grave




As pessoas com mais de 60 anos de idade são mais vulneráveis às complicações causadas pela dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. A causa pode estar em doenças pré-existentes, que tornam a dengue mais grave. O especialista em vírus de insetos da Universidade de Brasília (UnB) Bergmann Morais Ribeiro explica isso.

“Como qualquer doença, os idosos são mais vulneráveis, porque não têm a mesma resposta imunológica de uma pessoa mais jovem. Qualquer patógeno, se os idosos forem infectados, a probabilidade de a doença ser mais severa é maior. O corpo do idoso já está debilitado, com uma doença crônica, por exemplo, aumenta a inflamação no corpo e isso, às vezes, favorece a replicação do vírus da dengue.”

Qualquer pessoa acima de 60 anos que apresentar os primeiros sinais de dengue deve procurar imediatamente um serviço de saúde. Os principais sintomas são febre alta, dor no corpo, cansaço, manchas vermelhas, falta de apetite, dor de cabeça ou dor ao movimentar os olhos. Toda a população pode ajudar a evitar o contágio eliminando a água armazenada. Esses locais podem se tornar criadouros do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.


2 comentários:

  1. Olá, sou Marcelo Paes Costa Junior e sou do Rio, no Brasil. Deixe-me dar este testemunho ao público sobre um grande médico herbalista que me ajudou com minha própria doença. Eu tinha HIV / AIDS há mais de 5 anos e estava quase no final da minha vida devido à aparência da minha pele. Tudo o que tenho em mente é desistir, porque a vida não me interessa mais. Uma noite, minha irmã correu para mim e encontrou um médico na internet capaz de curar o HIV / AIDS. Eu nem estava interessado porque nunca acreditei. Ela me ajudou em tudo o que o médico pediu, preencheu o formulário de tratamento para mim e até usou seu próprio dinheiro para obter o remédio para mim. Durante uma semana de uso do medicamento, comecei a ficar mais forte, meu sangue começou a fluir normalmente 4 a 5 dias depois, começo a ganhar peso, antes da 3ª semana, meu corpo começou a se desenvolver, minha pele começou a subir. Depois de um mês, fiz o teste de HIV e o resultado foi negativo. Estou tão feliz que posso dizer que não sou um paciente de HIV / Aids novamente. Se você tem HIV / AID ou Hepatite, Herpes ou HPV ou doenças da artéria coronária ou qualquer doença, entre em contato com o Dr.O.Water. Seu e-mail é: DRWATERHIVCURECENTRE@GMAIL.COM e seu número do whatsapp é: +2349050205019. Desejo-lhe boa sorte nisso, Deus abençoe a todos. eu tenho um grupo de saúde no twitter, siga-me @ Marcelocostapa2 e entre no meu grupo de saúde para que possamos compartilhar informações, criar conscientização e ajudar outras pessoas. Você também pode me enviar um email para marcelocostajunior1967@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acredita que o Herpes tem uma cura permanente? Meu nome é Antonio Jefferson Cole, estou em Salt Lake City, Utah. Gasto muito dinheiro semanalmente na compra do popular Valtrex e, às vezes, do Aciclovir, para suprimir meus surtos de herpes, conforme prescrito para mim no hospital. Quem tem herpes pode atestar isso, com todas as dores e sintomas embaraçosos. Infelizmente, descobri que esses produtos recomendados pelo hospital freqüentemente não são eficazes para cuidar do problema, mas fazem com que você gaste todo o seu dinheiro. O remédio herbal da DR.WATER chegará à raiz da causa e curará você completamente, em vez de suprimir os surtos com medicamentos. E você será mais feliz, saudável e livre de surtos. Ele também tem remédios à base de plantas que podem curar o HIV, HPV, verrugas genitais, hepatite e assim por diante. Ele é o maior de todos os curandeiros de ervas. Seu email é DRWATERHIVCURECENTRE@GMAIL.COM e seu número do Whatsapp: +2349050205019. Você pode entrar em contato com ele e obter uma cura permanente para o câncer de herpes genital e oral ou HIV AIDS ou pulmão pulmonar ou doença de Alzheimer.

      Excluir