Assista nosso Programa

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Novidades em terapia contra hepatite C

A exemplo do que se faz no tratamento do paciente com HIV, um ‘coquetel’ será utilizado contra a doença a partir do ano que vem



O cenário da hepatite C vive um momento importante, com o desenvolvimento de novas terapias contra a doença. Neste contexto, o 1º Simpósio Latino-americano de Drogas Antivirais Contra o VHC, que acontece de 3 a 5 de dezembro, em São Paulo, traz todas as novidades com os maiores expoentes no assunto e coloca o Brasil como protagonista entre os países da vanguarda científica.

“Este momento só tem precedentes com o início da terapia HAART (‘coquetel’) para o HIV. Temos que tirar proveito das lições aprendidas no manejo do HIV para que possamos maximizar o uso dessas novas drogas que em breve estarão disponíveis em sua primeira onda, os Inibidores da Protease do VHC”, comemora o infectologista Evaldo Stanislau de Affonso Araújo, presidente da comissão organizadora do evento.

Os medicamentos devem estar disponíveis nos Estados Unidos no primeiro semestre de 2011. No Brasil, a expectativa é que o ‘coquetel’ seja disponibilizado entre o segundo semestre do ano que vem e o primeiro de 2012.

A idéia para o simpósio latino-americano surgiu da parceria entre o Departamento de Virologia da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, e o Laboratório de Hepatites da DMIP (Divisão de Moléstias Infecciosas e Parasitárias) da Universidade de São Paulo e do convívio com a comunidade de pesquisadores. Estreitar o contato destes profissionais com os centros de pesquisa e assistência no Brasil é um dos objetivos do encontro, que deve se repetir a cada dois anos.



Globalização

Reunir profissionais de renome dos Estados Unidos, Canadá e Europa foi um dos desafios, segundo a organização do evento. A integração, as parcerias já estabelecidas ao longo de tantos anos e a globalização facilitaram essa feliz união. Além disso, recentemente, evidenciou-se a importância da genética, distinta entre as diferentes etnias, como fator chave da terapia. Isso aumenta a relevância das colaborações internacionais, já que a globalização incrementa a circulação das pessoas ao redor do mundo e potencialmente pode representar uma fonte para rápida disseminação de cepas do VHC, mais resistentes a esses novos compostos.

Assim, pesquisadores, médicos e professores brasileiros assumiram um papel de liderança neste intercâmbio com profissionais da América Latina.

Temas abrangentes na programação deixam claro que todas as nuances sobre a doença e suas terapias serão abordadas. Um destaque será o espaço para os pacientes expressarem as suas expectativas. Além disso, o Ministério da Saúde foi convidado para também expor seus planos nessa nova área estratégica.



Cenário e resistência

A hepatite C continua como uma causa crescente de mortalidade por cirrose e suas complicações, mantém-se na liderança das mortes entre a população com HIV e, ainda segue longe da perspectiva de uma vacina. A terapia atual, bastante limitada na eficiência e segurança, sofrerá uma revolução com o advento do ‘coquetel’ anti-hepatite C.

A resistência do vírus aos novos compostos e o manuseio da toxicidade do tratamento são os grandes desafios deste novo momento. Mas as perspectivas para o futuro são excelentes, apesar das dificuldades que sempre acompanham mudanças significativas. Em tese, o sucesso com a terapia aumentará significativamente: dos atuais 50% para até 75%. Além disso, a possibilidade do retratamento de pacientes que não respondem ao interferon desta vez mostra-se promissora.

Para os próximos anos, mais alguns desafios serão enfrentados, como o tratamento dos infectados pelo genótipo 3 do VHC, que só deve ser solucionada com os inibidores de polimerase e outros compostos, ainda em desenvolvimento. Outras drogas associadas aos antivirais permitirão, em poucos anos, tratamento sem interferon, o que constitui avanço, dada a toxidade (efeitos colaterais) desta medicação. “Destaco ainda a perspectiva da chegada do interferon lambda que, além de preservar as ações terapêuticas do interferon alfa, é desprovido de efeitos hematológicos adversos. Durante este evento teremos informação ultra-atualizada sem sair do Brasil”, conclui o médico.



Serviço

Simpósio Latino-americano de Drogas Antivirais Contra o VHC

Data: 3 a 5 de dezembro de 2010

Local: Auditório da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Endereço: Av. Dr. Arnaldo, 455 - Cerqueira César
CEP: 01246903 - São Paulo - SP - Brasil
Telefone: (11) 3061-7000
Inscrições pelo site: http://www.statcla2010.com.br/

MOTOVELOCIDADE - CLIMA DE DECISÃO!

Colatreli pode se tornar o primeiro campeão do SBK Series, neste domingo
Foto: Trinity Ronzella
Líder nas duas competições realizadas simultaneamente, piloto Murilo Colatreli disputará neste domingo em Interlagos (SP), a última etapa do Superbike Series (décima primeira) e do TNT Superbike (sétima), respectivamente.
No SBK Series, campeonato que é a soma do (TNT SBK + Pirelli SBK, e totalizam as onze etapas da temporada), o piloto da equipe Dia-Frag Racing conta com 231 pontos, quatorze de vantagem para o piloto Alecsandre Brieda com 217.
Ambos, únicos pilotos a pontuar em todas as etapas e com chances de alcançar o título de “Campeão” da principal competição de Superbike do país. Nas dez provas disputadas na temporada, Colatreli soma três vitórias, sendo o piloto que mais venceu, além de subir nove vezes ao pódio. Em Interlagos, precisa de um décimo primeiro lugar, ou somar nove pontos para torna-se “Campeão”, já que a pole position vale 1 ponto.
No TNT Superbike, que fechará sua sétima e última etapa, o piloto Dia-Frag Racing contará com dois adversários na disputa deste título. Serão: José Luís Teixeira e Alecsandre Brieda seus principais rivais neste domingo em Interlagos. Na competição, Colatreli soma as três mesmas vitórias do SBK Series, e precisa de um sexto lugar para conquistar o título.
Neste dia imperdível de competições em Interlagos, além da decisão do SBK Series e TNT SBK serão disputadas a final de carros esportivos GT Brasil e a etapa brasileira do mundial FIA de GT1. Para informações sobre o campeonato e para ingressos da prova, acesse www.superbike.com.br
Acompanhe a transmissão desta decisiva etapa no domingo, as 18 horas na ESPNBRASIL.
Murilo Colatreli tem o patrocínio de Dia-Frag e apoios da Four e Arai.

SAI RESULTADO DO CONCURSO NACIONAL CASULO 2010‏

Vencedores são de Florianópolis e do Rio de Janeiro

· O primeiro lugar ganhará um iPad e sua obra ficará exposta na fachada do colegio NAVE na Tijuca

Rio de Janeiro, 26 de novembro de 2010 - É de Florianópolis o vencedor do Concurso Casulo 2010, promovido pelo Oi Futuro e a Jair de Souza Design, com o tema Eu Negro, em homenagem ao mês da consciência negra, comemorado em novembro. Rodrigo Eller, paulista de Limeira (SP) radicado em Florianópolis, 22 anos, é estudante de design de animação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e venceu com a obra que retrata uma máscara desenhada a partir de palavras que compõem letras de música, como um trecho do Samba da Bênção, de Vinícius de Morais e Baden Powell “pois se hoje ele é branco na poesia ele é negro demais no coração” e de poemas como “queria te ver negro, negro queria te ver”, de José Carlos Limeira.

A escolha do vencedor ficou a cargo de uma equipe constituída pela direção do Oi Futuro e do designer Jair de Souza. Os critérios classificatórios foram originalidade, criatividade e consistência com o tema.. O trabalho será reproduzido em uma tela ortofônica (micro perfurada), 324 metros quadrados, a ser inaugurada no dia 30 de novembro, na fachada do Núcleo Avançado em Educação (NAVE), na Tijuca. Feita com material sintético de alta resistência, a super tela tem um resultado visual ligeiramente transparente e, iluminada à noite, assume o aspecto de uma imensa caixa de luz, como um back light, causando forte impacto visual.

Em sua justificativa, Rodrigo disse: “É presente no Brasil poesias que relembram o importante papel da cultura negra na formação da identidade do "eu" brasileiro. Um rosto negro formado por poesias que exaltam o negro demonstra como hoje a cultura afro e a brasileira se entrelaçam, se completam e se fundem”. Primo distante de Cássia Eller, filho de pai funcionário público e mãe costureira, sua idéia foi criar um projeto que dividisse poesias em cada ângulo do prédio. “Transformei poesias em rosto negro”, resume.

O segundo lugar ficou com Lais Tavares, estudante carioca de Design e Comunicação Visual na PUC do Rio de Janeiro, 21 anos.. Ela justificou sua obra, que retrata o rosto do polêmico e recém redescoberto cantor Wilson Simonal sobre digitais: “Em nossas digitais guardamos nossas marcas únicas. Porém, estas guardam marcas coletivas que mostram que dentro de todos nós existe um negro. A miscigenação existe e mostra que os diversos "eus" do Brasil não são separados do "negro".

Mês da Consciência Negra

Comemorado durante novembro, o Mês da Consciência Negra inspirou o tema do concurso, realizado através da Lei de Incentivo da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro e aberto a estudantes de todo o país. O objetivo foi estimular, revelar e dar espaço a novos talentos entre os jovens de cursos superiores e técnico-profissionalizantes.

Encerradas em 22 de novembro, as inscrições tiveram um saldo de mais de 50 trabalhos, de 118 cidades de 12 diferentes estados brasileiros, que podiam ser figurativos, abstratos, fotográficos, gráficos e tipográficos ou qualquer outro tipo de representação visual, criados com ferramentas digitais.

“O Casulo é um espaço de arte a céu aberto. Além de representar a democratização da arte, causa impacto positivo em toda a região, que se torna mais atraente e convidativa,” diz Samara Werner, diretora de Educação do Oi Futuro. O painel, substituído todos os anos, cobre a fachada do Colégio Estadual José Leite Lopes, onde funciona o NAVE. “Essa transformação contínua representa as constantes mudanças dos jovens e também as da própria escola”, acrescenta Samara.

Segundo Jair de Souza, curador do projeto, os participantes devem se conectar com sua ‘porção negra’, essa essência que faz parte de todos nós, assim como as de diversas outras etnias”, diz o designer. Ele foi o autor do projeto da super tela, assim como da primeira obra exposta na fachada do Nave. A tela é uma intervenção com transparência, como uma pele na fachada do imóvel, de estética industrial art déco. “O prédio participa da obra”, explica Jair.

Sobre o NAVE


O NAVE (Núcleo Avançado em Educação) é um programa do Oi Futuro voltado para a pesquisa e desenvolvimento de soluções educativas que utilizem de forma diferenciada as tecnologias da informação e da comunicação no ensino médio e capacitem os jovens para profissões na área digital. No Rio de Janeiro, o projeto é resultado de uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) e está instalado em uma antiga central telefônica da Oi, na Tijuca. Em Recife, o NAVE conta com a experiência do Centro Experimental Cícero Dias.

Com metodologia moderna, o NAVE forma jovens para novas tecnologias do mundo contemporâneo e os prepara para exercer profissões como roteiristas, programadores, designers e gestores para atuar com TV digital, internet, celular e jogos eletrônicos. Ao final de três anos, os jovens saem da escola com o diploma de ensino médio integrado ao profissional e mais: o objetivo do NAVE é também formar um jovem autônomo (capaz de tomar decisões), solidário (com conceitos de cidadania e responsabilidade social) e capaz (com habilidades para ser inserido no mercado de trabalho).

Na sala de aula, no lugar do quadro negro, os alunos contam com uma lousa digital conectada à Internet. Além de anotado nos cadernos, o conteúdo das aulas é salvo em pen drives pelos alunos. No recreio, os alunos têm acesso ao que há de mais moderno em jogos eletrônicos, como Wii, games desenvolvidos para celular e computadores conectados à Internet.

No ano passado, foi inaugurado, nas duas unidades, o Espaço Mídia-Educação, um estúdio multimídia com isolamento acústico e ilha de edição. Nesse espaço os alunos terão a chance de editar trilhas sonoras para games e também produzir e editar vídeos para produtos multimídia.

Sobre o Oi Futuro

O Oi Futuro tem a missão de democratizar o acesso ao conhecimento para acelerar e promover o desenvolvimento humano. O principal foco das ações do instituto de responsabilidade da Oi é a promoção de um futuro melhor para os brasileiros, reduzindo distâncias geográficas e sociais. Os programas Oi Tonomundo, Oi Kabum! (escolas de arte e tecnologia), NAVE e Oi Novos Brasis atendem 600 mil crianças e jovens, desenvolvendo metodologias educacionais inovadoras, promovendo a inclusão digital e fornecendo conteúdo pedagógico para a formação de professores e educadores da rede pública. O Oi Conecta, um programa em parceria com o Governo Federal, leva banda larga a mais de 40 mil escolas públicas, beneficiando cerca de 26 milhões de alunos.

Na área cultural, o Oi Futuro atua como gestor do Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, mantém dois espaços culturais no Rio de Janeiro (RJ) e um em Belo Horizonte (MG), além do Museu das Telecomunicações nas duas cidades. Apóia, ainda, projetos aprovados pela Lei de Incentivo ao Esporte. A Oi foi a primeira companhia de telecomunicações a apostar nos projetos sócio-educativos inseridos na nova Lei. www.oifuturo.org.br

Sobre Jair de Souza e A Jair de Souza Design

Jair de Souza é formado pela Escola de Belas Artes da UFRJ, pela École Nationalle Supérieure des Arts Decoratifs e pelo Musée de L’Homme, de Paris, onde fez o curso de cinema e vídeo ministrado por Jean Rouch. Carioca, nascido em 1947, começou como diretor de arte de revistas e jornais em meados da década de 70, na França. Entre seus projetos destacam-se o Museu do Futebol (São Paulo), a marca do Festival do Rio, o projeto de web arte Mycity, livros de arte e catálogos como o da exposição do artista plástico Vik Muniz, cartazes e diversas marcas de sucesso, entre outros. Sua empresa, a Jair de Souza Design, é uma agência de branding cultural que, a partir do design, desenvolve soluções multimídia de comunicação.

REDES SOCIAIS DO PROJETO


casulo@jairdesouzadesign..com
www..nave.org.br/casulo
www.twitter.com/concursocasulo
www.facebook.com/concursocasulo
www.flickr.com/photos/concursocasulo

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Chegou a hora de escolher a lingerie da virada

Reza a lenda que as mulheres na noite de Réveillon devem usar uma lingerie nova, com uma cor que traduza os desejos para o ano que está por vir. Superstição ou não, dez entre dez mulheres não abrem mão desta tradição. Por isso, a 2 Rios Moda Íntima resolveu dar uma forcinha para realizar os anseios femininos em 2011.

Inspirada nas novas tendências da moda a marca também tem um desejo: começar o ano deixando as mulheres muito mais sensuais e divertidas. Assim, as peças em microfibra com tratamento hidrófilo receberam as cores que prometem atrair a paz, saúde, amor, prosperidade, confiança e muita paixão, afinal uma dose de luxúria é muito bem vinda.

Sutiã com cós leva gotinhas de strass no bojo, enquanto a pedrinha solitária brilha na calcinha básica. O conjunto azul traz a segurança e a confiança para quem quer brilhar em 2011. Preço: sutiã R$ 39,50 – calcinha: R$ 11,50

Saúde e equilíbrio para os 365 dias do novo ano? Invista no verde, usando o sutiã com costa nadador e detalhes de strass, acompanhado da calcinha string que é o must have da estação. Preço: sutiã R$ 33,00 – calcinha string: R$ 11,50




 
Amarelo atrai a prosperidade e o sucesso nos negócios. O sutiã costa nadador e a calcinha string usados no Réveillon serão o anúncio de que a sorte estará a seu favor. Preço: sutiã R$ 33,00 – calcinha string: R$ 11,50





Brincando com as cores no melhor estilo navy, apaixone-se pelo conjunto da linha Color e celebre a noite com o sutiã de bojo liso com cava e a calcinha vermelha de debrun estampado. Preço: sutiã R$ 31,00 – calcinha R$ 11,50.






E para mostrar que conhece bem as mulheres a 2 Rios Moda Íntima também preparou um kit da sorte, contendo três calcinhas básicas com aplicação de strass nas cores branca, amarela e vermelha. Agora é só escolher e começar a mentalizar tudo o que virá com o Ano Novo.






A 2 Rios Moda Íntima é a maior empresa de confecção de lingerie localizada na região sul do país. A empresa está há 20 anos no mercado, seu Parque Fabril instalado na cidade Joinville (SC) possui 1.800 metros quadrados e está em franca expansão. Os produtos da marca podem ser encontrados em todos os estados brasileiros, além de países da América do Sul, Europa e América Central.

Turismo especial para a Melhor Idade

Para o mês de novembro, o Hotel Ponto de Luz oferece ao público da melhor idade, que tem a liberdade de sair de férias a qualquer momento, uma promoção que poderá ser desfrutada em três períodos, a escolher: de 22 a 28/11, de 22 a 26/11 ou de 24 a 28/11, em pacotes de 4 a 6 diárias. Na programação, vivências corporais, como hidrozen, yoga e tai chi chuan, meditação no templo indiano e caminhadas guiadas em grupo.

Além de tudo isso, uma alimentação saudável, momentos de descanso e os hóspedes ainda podem usufruir de programas terapêuticos. Àqueles com mais de 60 anos, é realizada uma entrevista individual, na qual são apresentadas as terapias do spa, pagas à parte. Na entrevista, também é oferecido o pacote especial, que tem 20% de desconto nas terapias e Oficina de Paes e Biscoitos.

Cheesecake


Rendimento: 8 porções
Tempo de Preparo: 2 horas e 30 minutos
Ingredientes
Massa
200g de biscoito maizena
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
Recheio
3 potes de cream cheese
1 xícara (chá) de ricota amassada
meia xícara (chá) de Café Pilão Intenso
1 colher (chá) de essência de laranja
2 colheres (sopa) de suco de limão
meia xícara (chá) de açúcar
3 ovos
1 colher (chá) de raspas de limão
Cobertura
1 xícara (chá) de geléia de morango

Modo de Preparo
Massa
Triture o biscoito maizena no processador. Transfira para uma tigela e misture a manteiga até formar uma farofa. Forre o fundo de uma forma de aro removível de 24cm de diâmetro. Leve à geladeira por 1 hora.
Recheio
Bata o cream cheese, a ricota, o café, a essência de laranja, o suco de limão, o açúcar, os ovos e as raspas de limão na batedeira até ficar homogêneo. Coloque esse recheio na forma sobre a massa e leve ao forno preaquecido em temperatura média-baixa por 40 minutos. Retire do forno, deixe esfriar e leve à geladeira.
Cobertura
Desenforme e espalhe a geléia de morango.

Natal - thipos possui ótimas opções de presentes em perfumes e cosméticos

O Natal é a data comemorativa mais importante para os brasileiros. Já faz parte da tradição presentear pessoas queridas nesta época no ano, a escolha do presente, no entanto, nem sempre é fácil. Entre tantas reuniões familiares, com colegas de trabalho e amigos, animação e presentes não podem faltar.
Perfumes e cosméticos sempre são uma ótima opção para agradar qualquer pessoa. A thipos, empresa especializada em perfumaria fina, desenvolveu fragrâncias inspiradas em perfumes famosos que fazem sucesso no mundo inteiro. No catálogo é possível encontrar perfumes para todos os gostos, amadeirados, cítricos, florais, orientais, para mulheres e homens. A thipos também conta com uma linha de hidratantes corporais e maquiagens.

A thipos é uma empresa dinâmica que sempre busca aprimorar seus produtos e serviços. Hoje contam com uma ampla rede de distribuidores que garante que seus clientes tenham comodidade em suas compras. Com catálogo em mãos, de porta em porta, revendedores, o que garante que seus clientes de todo o país tenham comodidade em suas compras através dos mostruários e catálogos, pelo sistema de vendas diretas conhecido como porta a porta.

Mais informações no site http://www.thipos.com/

Puket e Risqué: descontração e cores cheias de brasilidade!


Inspirada nas cores, alegria e descontração brasileira, a Coleção Chiquita Bacana da Puket promete realçar com mais cores seu look de verão: até o dia 21/11, na compra de qualquer produto Chiquita Bacana, o cliente Puket ganhará dois esmaltes Risqué, presenteados numa linda e exclusiva embalagem!

‘’Além disso, preenchendo um cupom na loja e respondendo a pergunta: 'Por que a Puket e Risqué fazem a moda’?,irá concorrer a uma maleta personalizada com 90 esmaltes. Já pensou? São cores para complementar os inúmeros shapes da temporada. Saiba que a promoção é válida para todas as lojas da Puket, até o dia 20/11 ou até o término dos estoques.’’

Isso é PUKET.
PUKET. Isso é Happywear.
http://www.puket.com.br/
http://twitter.com/_puket

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

O Natal já chegou na Privalia

Até o dia 3, os internautas vão encontrar os mais lindos acessórios, entre guirlandas, bolas e até arvores
O Natal já chegou na Privalia (www.privalia.com). O maior clube de compras online do Brasil apresenta aos internautas uma promoção de árvores e acessórios de decoração natalina, com uma enorme variedade de produtos e descontos de até 75%.
O grande destaque dessa vitrine é a variedade de cores e modelos de enfeites, que vai deixar sua árvore de Natal ainda mais bonita e moderna. Entre as opções, bolas, bonecos de Papai Noel, anjos, flores, ramos, guirlandas e porta-retratos, em cores, estampas e texturas muito diferenciadas. E, para quem procura árvores, a Privalia também oferece diversos modelos de pinheiros, dos mais simples aos já decorados.

Para se ter uma ideia de preços, um kit com dois pingentes de Papai Noel & Boneco de Neve saem de R$ 76,00 por R$ 29,00. A guirlanda Casa Papai Noel, que custava R$ 133,00, agora sai por R$ 57,00. E para quem quer uma árvore cheia de brilhos, a dica é o kit com dois pingentes dourados, que saem por R$ 49,00, contra os R$ 109,00 anteriores. O conjunto com duas bolas preto & branco porpurinadas sai por R$ 15,00 – custava R$ 37,00 e o kit com quatro bolas de paetês prateados vai custar R$ 12,00.

Os preços variam entre R$ 5,00 e R$ 279,00, e todas as compras podem ser parceladas em até três vezes sem juros nos cartões de crédito Visa, MasterCard e Amex. Aproveite!

Sobre a Privalia


A Privalia é um clube privado de compras online, líder de mercado no Brasil, com mais de 1,5 milhão de sócios cadastrados. Fundada na Espanha há quatro anos, por dois jovens empreendedores – José Manuel Villanueva e Lucas Carné –, a empresa vende roupas, acessórios, utilidades domésticas e muitos outros itens de marcas de primeiríssima qualidade, com até 70% de desconto. Também está presente na Itália, no México e no Brasil, onde opera há mais de um ano e meio, sob o comando de André Shinohara.

CONCURSO CULTURAL “SITE MAIS FELIZ DO BRASIL” PREMIA INTERNAUTAS

Os autores das melhores imagens e histórias ganham TV LCD 32”, notebook ou celular Smartphone

Sorria! Está no ar o concurso cultural que vai criar o “Site mais feliz do Brasil”. Para participar é simples: basta cadastrar uma foto ou vídeo (de até um minuto) que mostre um momento feliz, com uma mensagem de até 140 caracteres contando a história da imagem e porque ela é importante.

Depois do cadastro, será criado um perfil para cada participante e, para ganhar prêmios, eles devem divulgar o link do perfil para amigos e parentes votarem. Os dez mais votados vão para segunda fase, onde uma comissão julgadora vai avaliar o material recebido e escolher três vencedores. O primeiro lugar leva para casa uma TV LCD 32”, o segundo um notebook e, o terceiro, um celular Smartphone.

O concurso é válido até o dia 30 de novembro e está aberto somente para maiores de 18 anos. Para conferir o regulamento e participar do concurso, acesse: www.ositemaisfelizdobrasil.com.br. Apoio cultural Simplam Implante Dentário.

Sobre a SIMPLAN Implante Dentário

Especializada em implantes e próteses dentárias, a SIMPLAN possui uma estrutura empresarial sólida e é uma das principais redes do setor, com cinco unidades em São Paulo. Conta com uma equipe de mais de 50 profissionais e equipamentos modernos para um diagnóstico preciso e tratamento adequado. Oferece atendimento diferenciado e humanizado, com o objetivo de proporcionar o conforto para se alimentar, a segurança para falar em público, a melhora das funções respiratórias e a satisfação estética de um sorriso bonito. Visite http://www.simplanimplante.com.br/.

ROSA CHICLETE - A COR DO VERÃO

Mania entre as famosas e fashionistas, o batom em cores vibrantes são o verdadeiro sucesso deste verão. Para deixar a estação ainda mais vibrante, a TRACTA lança o KIT BATOM CHICLETE, uma edição limitada composta por três batons em diferentes nuances de rosa.

A novidade vem para deixar a mulher ainda mais sedutora, com uma pitada de ousadia essencial para compor um look super contemporâneo. Os batons TRACTA são desenvolidos com exclusiva tecnologia que proporciona lábios hidratados e brilho irresistível. As formulações apresentam textura leve, acabamento opaco, cobertura perfeita e cores ultra modernas. Os produtos são enriquecidos com Crystais de Turmalina, Vitamina E e ingredientes vegetais, que garantem aplicação cremosa, lábios hidratados e protegidos contra agressões do meio ambiente.

O KIT BATOM CHICLETE TRACTA tem preço sugerido de R$ 40,00. O lançamento acontece em novembro. http://www.farmaervas.com.br/ - 0800 1229 11

Fonte: Daniela Ferreira/Ativa Com.

A importância da Perícia técnica na investigação criminal - Por: Archimedes Marques

(Archimedes Marques)


A Polícia judiciária responsável constitucionalmente pela investigação criminal, investigação policial ou inquérito policial como queiram assim definir e que em verdade é tal instrumento a base, o alicerce, pelo qual o Ministério Público se fundamenta no sentido de oferecer a possível denúncia para levar os criminosos às barras da Justiça, sempre, desde os primórdios tempos, necessitou da ajuda da Perícia técnica que posteriormente ganhou a denominação de Polícia técnica.
A Justiça criminal que busca a verdade real, a verdade absoluta dos fatos delituosos para não cometer o injusto, vez que, entende-se como bem maior a liberdade da pessoa, por isso comungar-se que é melhor deixar um culpado solto do que um inocente preso, procura no alicerce do processo, no inquérito policial o maior número de provas possíveis, dentre as quais as provas técnicas que de quando em vez são até decisivas no seu julgamento.
O inquérito policial que tem o comando do Delegado de Polícia conta com a participação dos seus auxiliares, Escrivães e Policiais civis ou Investigadores que trabalham sob sua orientação em busca de tantas provas quanto forem possíveis e, do auxilio inequívoco e essencial da Perícia técnica aguardando sempre da mesma, laudos perfeitos que podem por fim às dúvidas e até mesmo restar concluída a investigação criminal inerente para o seu relatório final, entendendo-se assim, como sempre foi, que a Polícia técnica faz parte da família Policia civil, ambas são auxiliares da Justiça, ambas formam a força da Polícia judiciária. Uma está atrelada a outra. Uma é parte da outra. Uma é filha legítima da outra e não há como negar tal filiação.
Neste patamar de vida a Perícia técnica cresceu e se desenvolveu dentro da sua necessária atuação por conta da investigação policial e, os policiais civis sempre foram parceiros dos peritos criminais, por vezes até pari passu em alguns Estados do país relacionados aos seus proventos. A evolução da investigação policial também fez com que a técnica pericial apurasse novos métodos de auxilio a esse instrumento.
A Polícia técnica além de ser vital como instrumento de elucidação de crimes, é também um tema muito interessante, enriquecedor e fascinante. Até quem não gosta de Polícia, se interessa pelo tema, basta ver o sucesso dos filmes ou seriados pertinentes em que através daqueles peritos super equipados, principalmente em novas tecnologias científicas dos Estados Unidos resolvem os crimes mais difíceis possíveis.
Uma investigação policial sem provas materiais consistentes, corroboradas por laudos periciais ineficientes, é como um fraco alicerce sob um edifício e, a posterior denúncia oferecida pelo Promotor de Justiça é uma frágil e ineficaz denúncia, facílima de ruir e colocar tudo abaixo.
Assim, a Polícia técnica que abrange o Instituto de Criminalística, o Instituto de Identificação e o Instituto Médico Legal, amadureceu e se tornou sólida ao lado da Polícia civil, uma sempre lutando por melhoras ao lado da outra. Entretanto o que se vê em alguns Estados do país é uma luta inglória desta classe técnica cientifica pela sua desvinculação da Polícia civil, em alguns lugares já conquistado o intento, ao mesmo tempo em que insurgem outras Polícias técnicas a se mostrar arrependidas dessa suposta vitória.
Nesta perspectiva, algumas Polícias Técnicas que se desvincularam da Polícia civil progrediram profissionalmente, outras estagnaram ou regrediram, ao mesmo tempo em que não há um consenso geral se esta dissociação é ou não salutar para o inquérito policial, objeto essencial para a sobrevida dessas duas organizações que formam a Polícia Judiciária.
Dentro deste patamar da suposta independência da Polícia técnica que se deu também há alguns anos atrás no nosso Estado de Sergipe, pude perceber o quanto nós ficamos estacionados no tempo ou até mesmo regredimos. Digo isso em cátedra, pois compulsei, presidi e vivenciei incontáveis inquéritos policiais da época de mais de duas décadas atrás até agora, constatando que os laudos periciais antigos, por vezes eram melhores e mais bem elaborados ou conclusivos que os atuais apesar dos recursos serem inferiores.
Paramos no tempo e no espaço. Não houve, ao longo dos anos, boas políticas de investimento nas novas técnicas e no avanço da tecnologia científica, continuamos praticamente funcionando com os mesmos equipamentos de outrora e o material humano também foi esquecido em governos sucessivos, não houve concurso algum, o corpo de Peritos e Médicos legista foi até reduzido com a evidente saída, aposentadoria ou falecimento de alguns dos seus membros. Não fosse o nosso setor de inteligência policial que é bem equipado e funciona a contento produzindo provas tecnológicas para os Inquéritos policiais atuais estaríamos construindo muitos alicerçares frágeis para dispor à Justiça a verdade real dos crimes e dos seus autores e participes.
Diante das interrogativas dúvidas de melhoras das Polícias técnicas estaduais, vez que os seus respectivos Governos, tanto podem bem contemplar uma ou outra força partilhada ou bipartida, precisamos continuar juntos para fortalecer a nossa força, assim como, necessitamos do aperfeiçoamento técnico, tecnológico científico, de investimentos maciços e reais nesta importantíssima Instituição que em boa parte dos Estados brasileiros também estagnou e permanecem com equipamentos velhos, obsoletos e ultrapassados, em suma, verdadeiras sucatas que já deveriam fazer parte dos seus respectivos museus.
Precisamos também melhor contemplar esses valorosos profissionais, com salários dignos, contratar especialistas em todas as áreas técnico-científicos possíveis para que se fortaleçam ainda mais os procedimentos investigativos e, enfim, venham a satisfazer verdadeiramente os anseios do Mistério Público, do Judiciário e da própria sociedade que passaria a ver menos impunidade para os criminosos.
Não se faz Polícia com pechincha, muito pelo contrário, uma boa e verdadeira Polícia custa muito caro e é isso justamente que o povo exige do poder público, uma Polícia forte, principalmente com o que de melhor houver em técnica e tecnologia internacional para que lhe forneça uma segurança pública adequada e que também torne a impunidade dos criminosos como instrumento negativo do passado.

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela Universidade Federal de Sergipe) archimedes-marques@bol.com.br